segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Indicação - Indica

   É isso aí, voltei com as indicações da Lojinha. Antes elas eram semanais, mas agora, como tenho postado menos de uma vez por semana, elas passaram a ser mensais; vou fazer uma no fim de casa mês. Então, a indicação do mês de novembro (apesar de já ser dia cinco de dezembro) vai para a banda finlandesa Indica.
   Algumas pessoas acham bem estranho eu gostar da banda... Bom, as vezes eu também acho. Como eu sempre digo, acho que a única coisa pop que eu consigo gostar. Conheci a banda por causa do Nightwish HSUAHSUHA' Elas - é uma banda feminina - abrem (ou abriam, sei lá) alguns shows do Nightwish... Apesar de o som deles não terem muito a ver KKK'
   Eu fiquei apaixonado pela vocalista e pela baterista XD Esse é o tipo de musica que eu escuto em ocasiões bem específicas HSAUHS' Mas é bem divertido, espero que gostem.
Sim, eu sou uma pessoa bem bizarra mesmo...

sábado, 26 de novembro de 2011

Rótulos

   Então, mais uma vez aqui falando sobre mais uma coisa que tem me irritado ultimamente... Parece que só tenho falado disso HSUASHAU' Da próxima vez eu prometo variar um pouco. De qualquer forma... Essa coisa de ficar dizendo o que cada um é, de acordo pelas aparências; é disso que eu ia falar.
   Com certeza, você que está lendo isso agora, já foi rotulado uma porção de vezes. Seja pelas roupas que usa, pelas musicas que escuta, pelo corte de cabelo ou pelas pessoas com que anda. As pessoas, muitas vezes sem perceber, acabam fazendo isso com as outras. Isso não passa de preconceito, é é ridículo de ser feito. Como eu posso dizer quem uma pessoa é olhando pros bottons da mochila dela, ou pras roupas que ela ta usando?
   Bom, isso não é encarado com seriedade, mesmo sendo tão ridículo quando racismo, homofobia ou sexismo (tanto machismo quanto feminismo). Infelizmente, isso não é encarado com seriedade pela maioria das pessoas, que são as mesmas que falam: "Esse é vagabundo", "Esse é emo", "Esse é do demônio", "Esse é nerd" e coisas do tipo. 
   Outra coisa que acontece bastante é a necessidade ridícula que as pessoas sentem em se encaixar em algum tipo de grupo social. Aqueles que dizem: "Eu sou otaku" "Eu sou rockeiro", "Eu sou metaleiro", "Eu sou reggaero", "Eu sou nerd" e coisas do tipo. Será que você não pode ser epenas você mesmo, sem se encaixar nesses esteriótipos, que na minha opinião são totalmente dispensáveis? É uma coisa tão facil de se se fazer. 
    Por que as pessoas estão sempre mais preocupadas com o que os outros pensam do que se sentir bem, independente disso? Bom, há varias respostas pra isso, uma para cada pessoa, na verdade. E não cabe a mim ficar falando de cada um.
    Por enquanto é isso, até a próxima, pessoal!

domingo, 20 de novembro de 2011

"Fãs" vs. "Posers"

   Então, meu primeiro post de verdade, depois de tanto tempo é sobre essa porcaria que ta virando moda agora: pessoal falando "Ah, esse é poser, não é fã de verdade". Serio, isso ta enchendo o saco. Eu realmente não entendo o que é "ser fã" pra algumas pessoas. Será que não basta saber apreciar as musicas de uma banda, ou concordar com as idéias de alguém - ou de um grupo de pessoas?
   Por que diabos, se eu não sei a arvore genealógica de todos os integrantes de uma banda, eu não sou fã dela? Isso é ridículo -.-'' Gente que confunde "ser fã" com "ser doente" por alguma coisa. Não basta gostar de uma banda, eu tenho que saber a marca da ração que a periquita da cunhada do baixista come? Ah, vai te foder, doente de merda.
   Pra mim esse pessoal que fica falando "você é poser de qual-coisa-random" é tudo um bando de gente sem opinião que quer ter algum motivo pra criticar e se achar melhor que alguém. Você realmente precisa mostrar pra todo mundo que "sabe mais"? Não é só porque uma pessoa não é doente por alguma coisa como você que ela não é fã, se liga.
   Pessoas, por favor, não sejam tão babacas =/ Pensem um pouco; faz bem de vez em quando, sabe? Fica a dica. Eu não to querendo xingar ninguém, mas faz favor né... E isso é só a minha opinião. Se você tiver uma diferente, eu gostaria de conhecer e discutir sobre ela.
   Pra quem acompanhava o blog antes, sim estou sendo muito mais direto e objetivo. Mudei bastante o meu estilo de escrita. Não sei se está melhor ou pior, até gostaria de sugestões e críticas.
   Bom, por enquanto é só. Até o próximo post, meus pimpolhos!

Voltando, novamente...

   É isso aí, depois de tanto tempo resolvi voltar a postar nessa coisa aqui... De vez em quado eu venho aqui e vejo que tem gente que ainda acessa o blog XD Eu lembro de como era legal quando eu publicava alguma coisa aqui... Quando o mundo era jovem, os homens eram bons, e os dinossauros caminhavam sobre a terra.
   Eu vou tentar voltar ao meu velho ritmo de duas postagens semanais. Mas vou TENTAR, isso não significa que vou conseguir. Pra quem acompanhava o blog antes, vou voltar com as indicações e com os textos alheios.
   Sobre a Terra da Chuva... Bom, acho que vocês tão pouco se fodendo pra isso HSUAHSUAHSUA' De qualquer forma, não vou mais postar sobre isso por aqui. Quem sabe, um dia, eu tire as coisas novas do papel e passe pra o outro blog. QUEM SABE... Não significa que vou fazer isso.
   Muito obrigado pelos que ainda tem entrado no blog na esperança de ter alguma coisa nova KKK' Espero que meus velhos leitores voltem por aqui e que novos também conheçam... Na verdade é muita maldade minha querer que as pessoas leiam as coisas que eu escrevo, mas de qualquer forma... É issaê!
   Até o próximo post, pe-pessoal, espero que meus seguidores voltem >.<

terça-feira, 5 de julho de 2011

Novo blog - A Terra da Chuva

  A Terra da Chuva, como alguns já sabem , é um "cenário" tosco que eu escrevo de vez em quando e tenho, até hoje, postado aqui, na Lojinha. Felizmente -ou infelizmente, sei lá- eu me dei conta de que o pessoal que acessa meu blog não tem que ficar aguentando essas merdas de posts da Terra da Chuva...
  Então, a partir de agora, "A Lojinha do Satore" e "A Terra da Chuva" são duas coisas diferentes. Eu vou continuar postando na Lojinha, mas nada relacionado a Terra da Chuva. Assim fica tudo muito mais organizado e as pessoas não tem que ficar se deparando com esses posts bizarros na por aqui.
  Também tem um outro ponto, que me levou a fazer este outro blog. A Terra da Chuva não é mais o que era. Outro dia eu fui ler os posts antigos e percebi que eles são muito ruins... Não que agora eu esteja escrevendo muito melhor agora, mas o cenário mudou bastante de um tempo pra cá. A ideia principal é outra, o estilo é outro, o contexto é outro, e muita coisa mudou.
  Então é isso. Espero que as coisas melhorem e que eu venha postar com mais frequência em ambos os blogs. Muito obrigado! 
  Aqui o link >> aqui

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Mulheres babacas

  Faz algum tempo que eu não posto algo nesse estilo, mas vamos lá né... Eu pensei em escrever esse post hoje mesmo, enquanto estava andando pelo centro da cidade, de manhã. Fiquei observando as pessoas enquanto passava por elas, em especial um certo tipo de mulheres... E é sobre elas que vou falar.
  Não sei se já pararam para observar, mas ultimamente, as pessoas estão ficando cada vez mais... Iguais. Não sei se sempre foi assim, mas me parece que isso vem ficando mais forte a cada dia.
  Quando estava no terminal de ônibus do centro (TICEN), sentei-me num banco e fiquei observando as pessoas. Algumas mulheres que passavam de vez em quando me tomaram a atenção... Aquele tipo, de cabelo meio loiro (não natural), liso; calça jeans; bota até a metade da perna; algum tipo de agasalho bizarro por cima de uma camiseta bizarra; óculos ridículos que ocupam metade da cara; uma bolsa gigante em um dos braços e um celular fodastico - que elas não sabem usar - dividindo espaço com sacolas de compras no outro.
  Eu não sei o que se passa na cabeça desse tipo de gente, mas elas devem se sentir o máximo, não? Sim, eu estou generalizando. Não, não estou sendo preconceituoso. O que acontece é que elas se matam de trabalhar durante a semana inteira pra poderem comprar uma porcaria de celular que nem sabem usar, em mil prestações que vão passar metade da vida pagando. E pra que isso? Pra chegar fim de semana e saírem pra baladinha, ouvindo sertanejo universitário e se acharem pra pessoas iguais a elas.
  Não tem mal nenhum nisso, é claro que não. Não se elas fossem realmente assim. Mais uma vez, o que acontece é que elas - assim como quase todos nós -  são apenas produtos. São apenas resultado de uma mídia filha da puta, que influencia a cabeça fraca desse tipo de gente. É claro, esse é apenas um dos tipos de pessoa que a nossa sociedade idiota e essa mídia de merda tem gerado.
  Mas e aí? Qual é a moral de se matar de trabalhar, pra poder comprar aquela bolsa cara, ou aquele celular fodão que vão demorar anos para serem pagos, e depois tentarem parecer melhores que pessoas que são iguais a elas? Aí, depois de tudo isso, chegarem em casa e encontrarem uma porcaria de marido tão babaca quanto elas - que encontraram em alguma baladinha - , e ficarem reclamando deles?
  E então, finalmente, darem origem a pessoas tão babacas quanto eles mesmo.
  Então, é isso aí. É isso que a gente ta formando, e é assim que vai ser se continuar desse jeito. ;)
  Não escrevi isso pra ninguém gostar, mas se tiverem alguma crítica ou reclamação, fala na boa, e vamos ter uma loooonga discussão.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Sah-Laddha - O Paladino

  Não me perguntem o motivo, mas... Esta é a grandiosa saga de um dos maiores guerreiros de Arton! Ele, que ficou conhecido como "O DEFENSOR DE GALRASIA E DE TODO O VERDE EXISTENTE EM ARTON, SEM EXCEÇÃO, INCLUINDO AS MAIS TEMÍVEIS FERAS DE TODO O REINADO", Sah-Laddha, o Paladino de Allihana!
  E como já dizia o Cássaro, "qualquer semelhança com outros personagens, reais ou fictícios, NÃO É mera coincidência, é CÓPIA mesmo."
    Então, por onde podemos começar? Pelo começo talvez, por onde tudo começou... Tanto faz, vai. Como todos sabem, Sah-Laddha, o grande paladino da deusa da natureza Allihana, vive em Galrasia, e é o protetor da ilha. Mas algo aTORMENTA nosso herói.(podia passar sem essa piadinha hein...) De qualquer forma, ele tem tido sonhos muito estranhos nos ultimos tempos... Os quais não sabe dizer se são apenas efeito das ervas da floresta ou se está realmente sendo chamado para uma missão, na qual tem que recuperar os "Sete Rubis da verdade" e levar para uma sacerdotisa que se rebelou contra os deuses ou qualquer coisa do tipo e que agora está sem forças, pois não tem os rubis. Mas ele não sabe disso, então...
   Ele fica algum tempo em dúvida, mas seu espírito aventureiro fala mais alto, e ele resolve partir em busca desses tais rubis. Junto com seu amigo peixe-linguado, o qual chama delicadamente de "Primo", ele sai da ilha e parte para a cidade mais próxima. Chegando nesta cidade (esqueci o nome..) ele fica impressionado com o que vê... Mas sua alegria dura pouco: logo ele é abordado pelos guardas, por vestir apenas uma mini tanga da Calvin Klein e por ser uma "ameaça a ordem pública". 
   Ele se sente ameaçado com tudo isso, e se assusta. Nota que seu amiguinho peixe-linguado está ficando irritado, e tenta acalma-lo. Quando Sah-Laddha se da conta, está cercado pelos guardas, por todos os lados. Nosso herói não entende o que está acontecendo e não sabe o que fazer. Ele apenas diz:
- Primo, não fique assustado... Eles não vão nos fazer mal algum. 
   Quase que cortando-lhe a fala, um dos guardas grita de longe:
- Renda-se ou te matamos! E controle esse animal selvagem para que possamos executa-lo depressa!
   Neste momento, o peixe-linguado se enfurece e ataca um dos guardas, mordendo-lhe a jugular. O guarda, cai morto imediatamente, fazendo jorrar sangue pelo pescoço, molhando todos os que estavam próximos e formando uma grande poça vermelha ao seu redor. Imediatamente, os guardas perfuram o linguado com cinco lanças, fazendo-o soltar um gemido agudo, que quase ensurdecia os que estavam ali presentes.
- Primo! PRIMOOOOOO! NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO! Não se vá!- grita Sah-Laddha
   E agora vocês podem imaginar aquela cena clichê desse tipo de situação... O cara se solta dos braços do guarda que o estava segurando, corre em direção ao seu amigo (em câmera lenta) e abraça o Primo peixe-linguado... Desesperado, ele olha pro céu (agora um loop de cima, e um zoom nos olhos dele), lagrimas escorrem pelos seus olhos e ele grita:
- POR QUEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE?
   Que cena bonita, não. De qualquer forma, vamos terminar com isso logo. De repente, ele sente uma dor estranha de baixo da nuca e sua visão apaga. Ele acorda sem entender nada numa prisão e a gente para por aqui.
   Por hoje é tudo, pe-pessoal! Não se esqueçam, qualquer semelhança com outros personagens, reais ou fictícios, NÃO É mera coincidência, é CÓPIA mesmo. E que a força esteja com vocês!
   Pra quem ainda não leu o primeiro post sobre o Sah-Laddha, clique aqui >> aqui 
   

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Estruturação - A Terra da Chuva

  Ultimamente, tenho pensado em escrever mais constantemente na Terra da Chuva... É uma coisa que eu quero, não necessariamente uma coisa que irá acontecer: isso vai depender do meu esforço.
  Até hoje eu venho postando textos soltos, que me vem na cabeça, mas eu nunca pensei de verdade em escrever um cenário "firme", por assim dizer. Por enquanto, são só ideias soltas. Eu vi que isso não me levaria muito longe, então decidi me dedicar um pouco mais , pelo menos dando uma base melhor para o cenário, e talvez um conto ou qualquer coisa do tipo, mais além.
  Essas crônicas e que eu tenho postado aqui não definem muito bem o que é a Terra da Chuva em si. Talvez isso fique meio confuso para as pessoas... Não sei, para mim, não é: afinal, eu criei. Nesses posts eu tento incluir pequenos pontos que vão definindo aos poucos o cenário. Na verdade, eu vou construindo ele através disso. Infelizmente, não está dando muito certo; ta ficando uma coisa meio desorganizada, aleatória.
  Enfim, o que eu tinha pra dizer, por enquanto, é isso. Em pouco tempo... Aliás, pouquíssimo tempo, devo estar postando algo mais. Espero que continuem acompanhando o blog, por mais que eu saiba que muita gente não lê por causa da Terra da Chuva em si. Talvez seja algo muito pessoal. Mas não sei. É algo que me identifico e que gosto de fazer.
  Muito obrigado a todos!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Transformice - Superupdate

  Como algumas pessoas sabem, eu gosto de um joguinho de ratos bastante peculiar, de nome "Transformice"... Não, não é um jogo de "ratos transformers", como já me perguntaram. Mas, então, vou dedicar oooutro post para falar do jogo, em si...

  Tem algum tempo que o jogo está passando por diversas atualizações. Algumas para itens (da loja) novos, outras para alguma mudança nos grounds (pisos, como são chamados no server BR), e esse tipo de coisa. Há três dias atrás, fizerem uma nova atualização... Só que dessa vez foi uma coisa MUITO grande! Novos cenários, novos itens, novas roupas... Ficou realmente MUITO BOM!
  Não vou ficar falando muito aqui, até porque, só vendo vocês vão saber. Aos que não conhecem, é uma boa oportunidade de conhecer. Aos que já conhecem mas não viram ainda, vão ficar de queixo caído. Aos que odeiam o jogo, é uma boa oportunidade para ficar quieto. Aqui o link >> aqui
  As vezes por ser um jogo simples, numa plataforma simples, com um graficos simples, e pelo fato de qualquer ser humano com internet pode jogar - ta, nem todo - (ele roda direto no navegador), o pessoal costuma ter um pouco de preconceito. Não reclamo disso, também sou um cara cheio de preconceitos, e também achei esse jogo um lixo, até depois de um tempo jogando.
  Por enquanto é só, espero que gostem. Para verem como foi a atualização completa, digite no campo do chat "/sala vanilla". Na sala vanilla, só aparecem mapas oficiais do jogo, que foram feitos pela Tigrounette, uma das criadoras do game. Também da pra ir ali no menu, e clicar em editor de mapas. Alí tem BASTANTE coisa nova também. E os itens de loja estão bem legais.

  É isso aí pessoal, e não me odeiem por isso XD Muita gente acha babaca eu jogar esse jogo. Logo mais eu falo disso. Até a próxima.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

As Terras do Sul - Cidade de Flar

  Este post faz parte do conjunto de textos "A Terra da Chuva". Se você ainda não conhece, basta clicar na aba "A Terra da Chuva", logo abaixo do cabeçalho do blog; ou apenas clique aqui. -ounão...


  Protegidos pela escuridão da noite eles invadiram nossas fronteiras. Aterrorizados, todos bateram em fuga... Os poucos que permaneceram, dispostos a proteger seus lares - talvez por orgulho, loucura, ou ignorância - foram torturados e mantidos prisioneiros, se não mortos. Eles não tem dó, eles não tem piedade; eles não tem coração...
  Nossa terra, outrora próspera e alegre, queimava em chamas... Chamas negras. Nosso passado se foi em chamas negras, bem diante de meus olhos. Tínhamos sonhos, tínhamos planos, tínhamos vidas! Mas quem disse que eles ligam para isso? Quem disse que eles tem sentimentos? Ah...
  Os povos do norte... Aos nossos olhos, apenas viajantes, buscando abrigo e comida. Nunca notamos nada de estranho em seu comportamento, desde que começaram a aparecer por aqui, dois anos atrás. Nós, da grandiosa Flar, sempre estivemos em harmonia. Mesmo sem um rei, mesmo sem um governo, sempre nos mantivemos firmes diante de tudo. Infelizmente, muitos de nós se renderam aos reinos do norte, aos grandes impérios.
  E foi isso que aconteceu. Depois que não tínhamos nada mais para oferecer, eles apenas acabaram conosco.
  Eu fui um dos que lutou... Fui um dos que resistiu. Tão caro me custou isso, mas ainda assim não me arrependo, e ainda assim não me entrego. Podem dizer que a luta está perdida, podem dizer que não há mais luta, mas isso não irá acontecer enquanto algum de nós ainda lutar. Podem dizer que estamos fugindo... Não estamos fugindo: estamos na guerra, mais do que nunca!

  Eu estava há algum tempo para postar algo sobre Flar. A grande cidade do sul que foi invadida pelos Reinos do Norte... Talvez tenha ficado um pouco confuso, mas isso também não importa...
  Sim, demorei bastante pra postar. Não to com muita vontade de escrever ultimamente. Então, até a próxima!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Holyyyyyyyyyy

  Pensando em retomar com as postagens babacas, resolvi que ia começar a escrever sobre as aventuras de Sah-Laddha, o "Paladinho de Allihana"... Alguém lembra? Não? Então é só clicar ali no link...
  Maaaas, eis que eu leio uma coisa - que não interessa pra você, palhaço! - que me fez mudar isso. Resolvi então que vou escrever sobre... Um grupo de ratos shamans, de um buraco imundo esquecido por deus... Sim sim, isso é transformice, ratolos \,,/ó.ò\,,/ Mais especificamente, Holy Shamans... Trible trible *u*
  Na verdade eu to fazendo isso só pra ter alguma coisa babaca pra postar aqui, e pra zuar o pessoal da tribo :D Mas vai ser legal *u* E eu não pretendo fazer de qualquer jeito. Vou postar regularmente, e se der certo, vou fazer uma janela só pra isso!
  Por enquanto é só. Um abraço pro Power, pro Shardan, pro Rafa, pro Shaade, pra Mari, pra Vovoh, pra Masy, pra Nae e pro Qeijo, que são as pessoas que estão online agora...  Na ordem que aparecem na lista da tribo... E um abraço especial pro Hawa, só pra puxar saco. Hmmn... Se eu não coloquei o nome de alguém, é porque não ta online.
  Então, até o proximo post! 

sábado, 14 de maio de 2011

A história de Allods

  Esses dias eu tava jogando Allods, e aí e me perguntei... Ta, da onde veio essa merda toda, e o que raios são os allods? Então resolvi pesquisar um pouco sobre a estória do game. Então, vamos lá...
  Sempre aquela mesma coisa... Em algum lugar do universo, existia um planeta em que todos eram felizes, os reinos eram prósperos e a magia rolava solta. O nome desse planeta era Sarnuat -que nome bizarro --' é por essas e outras que prefiro nomes simples como "A Terra da Chuva". Então, era tudo assim, bem chato, e ainda não tinha razão pra existirem players e nem duas facções diferentes pra a gente escolher quando cria o personagem.
  Então, continuando... Tinha um mago super fodão, que tinha dois discípulos -Tensses e Nezeb. Então, como sempre, os dois lutaram entre si pra conseguir poder -ah vá. Tensess venceu, e Nezeb foi banido pra algum lugar escroto. É claro que o fracasacassado que perdeu a luta reuniu um exercito e formou uma tribo: os Xadaganos. Os Kanianos, de Kania - ah vá - eram liderados por Tensess.
  Aí os caras já tinham aquela história clichê de duas facções que lutam entre si, incansavelmente. Só que aí esse seria um MMO como qualquer outro, então um cataclismo atingiu o planeta e destruiu geral. O planeta ficou cheio de uma energia chamada Astral, que cercou tudo e formou os allods. Resumindo, os allods são pedaços de terra que flutuam no Astral. Ou ilhas cercadas por uma substância radioativa e hiperdestrutiva, se você preferir. No começo, os allods eram simplesmente engolidos pelo Astral, mas aí, uns arcanos fodões descobriram uma maneira de deixar eles estáveis...
  Que saco... Mais aí, se o Astral destrói tudo, como que as duas facções vão lutar entre si, e ir de um lugar para o outro? D: Pensando nisso, os produtores do jogo, cansados de pensar e sem mais grana pra investir -já tinham gasto quase onze milhões de dálares, dos doze investidos, ao total-, inventaram um lance super-aleatório... Um pescador Gibberling usou uma pedra como peso pra linha de pesca e acabou dormindo no barco. Quando ele acordou, percebeu que estava fora do allod, e que o barco não tinha sido destruído pelo Astral '-' Foi aí que eles descobriram que com este cristal -que podia se encontrado em grande quantidade- eles poderiam navegar livremente pelo Astral. Então, surgiram os barcos astrais, e aí sim, todos poderiam lutar livremente por território.
  Aí então, o planeta foi invadido por demônios astrais que destruiam tudo, e é claro, Tensess e Nezeb se juntaram para derrota-los, e é claro, os dois morreram, lutando juntos =* kk' Adorei
  Então, foi assim que surgiu o Allods... Não é uma estória muito empolgante, mas da pra explicar a existência de duas facções, de pedaços de terra flutuantes, de navios flutuantes, demônios astrais que saem de portais e de mais um monte de coisas sem sentido encontradas no jogo.
  E agora já temos as duas facções: Império -liderado pelos Xadaganos, do Nezeb- e a Liga -liderada pelos Kanianos, que seguaim Tensess. A escolha dos nomes é uma coisa totalmente idiota, se você for ver, jogando nas duas facções. A Liga é liderada por quem está por cima, governando com todo um sistema de organização imperial. Já o Império, é totalmente desorganizado, e é formado pelos caras que tão por baixo -os Orcs e os Arisen- para conseguir igualdade e serem aceitos... E é claro, os dois querem poder. Acho que isso aí ta trocado... Mas quem liga? --' Os caras não entendem nada mesmo.
  E por hoje é só...
  Clique aqui para ler algo decente sobre a estória do Allods.
 

Coisinhas...

  Graças a mim, estou conseguindo voltar ao meu ritmo normal de postagens por aqui. O numero de visualizações já está voltando ao que era antes, também. Com relação aos comentários, ainda não posso dizer que voltou a ser o que era... E nem que antes era muito bom, mas estou bem feliz aqui.
  Eu percebi que de um tempo pra cá eu mudei bastante o meu estilo: o modo como escrevo. Antes eu escrevia que nem um velho babão, tudo ficava chato e cansativo... Eu não tentei mudar isso, mas percebi que meus textos não são mais assim. Da até vontade de ler o post até o final. Ou não né...
  O estilo do blog está mudando e eu também estou mudando com isso. Acho que está melhor assim, e quero que continue melhorando.
  Não vou me estender muito por aqui, até porque vou fazer mais um post hoje. Eu só queria mesmo agradecer quem ainda acompanha a Lojinha e dizer que eu amo gosto muito de vocês. Então, por enquanto é só! Provavelmente ninguém vai ler isso aqui, porque não vai tar no topo da página daqui a alguns minutos, e eu sei que é todo mundo preguiçoso pra rolar a barrinha ali >>
  De qualquer forma, muito obrigado!

terça-feira, 10 de maio de 2011

Allods Online - Liga ou Império?

  Então, pulando aquela introdução chata e blá, eu resolvi baixar o Allods Online.
  É um MMORPG produzido pela Astrum Nival e distribuído aqui no Brasil pela famosa Level Up! Games, do Perfect World, Combat Arms, Grand Chase, e mais um monte de merda games que o pessoal vive jogando por aí...
  O Allods é um game bem legal, tem um gráfico muito bom e um estilo de jogo que sempre tem em todos os MMOs, além daquele lance clichê de duas facções diferentes: O Império e a Liga. O Império é caracterizado pelas sombras e pelas forças do mal, tendo como raças os Orcs ,que todo mundo conhece -na real, se não conhece, sai do meu blog u.u-, os Arisen, que parecem alienígenas, e  também os Xadaganos -que nome c-, que são... Humanos -.-''
  Do lado da Liga, temos os Gibberlings, que é uma raça bem bizarra: parecem texugos ou alguma coisa do tipo e sempre andam em trio -sim, você controla os três-, temos também os Elfos, que parecem fadinhas, com as suas asinhas brilhantes, e os Kanianos, que também são humanos... Por que diabos tem que ter mais humanos? D: << Joga de mago humano
  Uma coisa bem interessante esculaxo teu amante é a variedade de classes até o teu ficante u.u que pode ser encontrada no jogo: oito ao total. Temos os guerreitos, magos, espiritualistas, guardiões, batedores -aff ¬¬ sempre tem um que pensa besteira-, paladinos, invocadores e psiônicos.
  Os efeitos de luz do jogo me deixaram de queixo caído... A qualidade gráfica é simplesmente impressionante! É tudo muito grande e detalhado e não tem aquelas coisas toscas que a gente sempre encontra por aí... Um dos pontos negativos é a ausência de uma trilha sonora e de péssima dos efeitos sonoros: são realmente muito ruins e meio aleatórios... Nada de continuidade por aqui. Eu jogo sempre ouvindo alguma musica.
  De qualquer forma, acho que já estou me estendendo demais por aqui. Então é isso aí, meus fofuxos, fiquem com os                  << insira no espaço com o que vocês querem ficar. E que a força esteja com vocês. Se alguém quiser me adicionar no game, to com dois chars: "Satore", na Liga, e "Vomitada" no Império XD

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Voltando...

  Oi pessoal! Quanto tempo hein... Até parece que esqueci que tenho um blog... Mas não é bem assim u_u Eu só estou fazendo algumas outras coisas que eu não fazia antes, e de vez em quando fico com preguiça de postar mesmo e.e
  Poxa... Eu estava pensando outro dia no que postar, então decidi que ia postar sobre algumas coisas babacas que a gente encontra aí pela internet, principalmente no youtube. O pessoal ta fazendo qualquer coisa pra se aparecer, e ser "famoso" na internet, como se isso fosse uma coisa muito legal. As vezes eu penso.. "Poxa, eles sabem que estou sendo zuados e mesmo assim continuam se sentindo o máximo?" e aí eu chego a seguinte conclusão: eles realmente estão se sentindo o máximo.
  É incrível como algumas visualizações no youtube podem levar alguém a fazer as coisas mais bizarras possíveis... Eu fico realmente muito triste com isso .-.
  Mas eu resolvi que não ia postar sobre isso... .-. Todo mundo fica falando disso e também já está enchendo o saco. Então eu resolvi postar sobre algum anime. Só que aí eu me dei conta de que não tô afim de falar sobre anime .=. Afinal, todo mundo fala sobre anime....
  Aí eu decidi postar o que todo mundo posta... Ou seja '-' Ficar falando das coisas que todo mundo ta postando e dizendo que não vou postar sobre isso '-'
  Então é issaê, só pra matar a saudade do blog mesmo.. Até a proxima, pimpolhos! Prometo que posto algo que preste -.- Só pra não pensarem que morri

domingo, 24 de abril de 2011

Farra do Boi - Tradição é o .

  Então, é época de páscoa... Muito chocolate, felicidade, Jesus (?), boi morrendo... É issaê, todo mundo sabe que época de páscoa é sinônimo de alegria pra gente, mas também de sofrimento para nossos queridos amigos bovinos.
  Para quem não sabe, farra do boi é uma coisa que acontece aqui pelo sul do país, em SC... Os caras soltam um boi bravo em algum lugar e ficam correndo atrás dele com pedaços de pau e coisas do tipo... Enfim '-' É tipo o que acontece na Espanha, só que os açorianos, não sei por que diabos, decidiram que o boi é que tinha que ser perseguido... Pra quem não sabe, na Espanha, o boi corre atrás dos caras '='
  Eu sempre fui contra essa porcaria de farra do boi... Não vou dizer que não entendo como essas pessoas conseguem fazer uma coisa dessas, porque eu entendo... Temos que levar em consideração o tipo de mentalidade que esse tipo de gente tem.
  Estava eu, tranquilo no meu quarto, lendo um bom livro, quando eu escuto uns barulhos lá fora... E buzinas, e luzes no por aí, e gente gritando e correndo... Mas a leitura tava melhor '-' Então, resolvi continuar com o "Paz Guerreira" - qualquer hora posto algo sobre esse livro maravilhoso - e nem me interessei pelo que estava acontecendo. Dois minutos depois, mais ou menos, ouço a mesma coisa... Só que dessa vez estava mais perto.
  Eu desci do meu quarto pra ver o que estava acontecendo lá fora, na rua. Quando eu desço, tem uma p. caminhonete na frente da minha casa, com um monte de gente em cima, gritando e pulando, e luzes vermelhas, eu um boi acuado num canto, no quintal do vizinho e... E as pessoas gritando e correndo e pulando D: E luzes vermelhas... E as pessoas discutindo, gritando e correndo e pulando! Foi horrivel '-'
  Então, depois de muita gente discutindo, gritando e correndo, e pulando também, e mais luzes vermelhas e faróis acesos, eles ainda não tinham conseguido tirar o boi de lá... Ele estava furioso, não devia comer há dias.... Eles realmente são muito cruéis ._.
  E depois de tudo isso aí que não vou falar de novo (muita gente discutindo, gritando e correndo, e pulando em cima do carro, e mais luzes vermelhas e faróis acesos, para quem não lembra), chegou um cara de cavalo o.o E com muito esforço conseguiu laçar o boi \o/ Foi muito épico! Então ele levou o boi para aquele lugar que os bois ficam... A as pessoas foram embora .-.
  Meu pai estava filmando tudo isso, do quintal da minha casa... Eu até queria postar as imagens aqui, mas isso iria gerar muita confusão e eu ainda não quero morrer... O legal é que aqui em Floripa, quando você chama a polícia, acontece uma das seguintes coisas... Ou eles simplesmente não vem, ou demoram eras para chegar... Ou ainda avisam pro cara mau que você tinha denunciado o cara mau ._. E você se f. Ou então eles chegam e não fazem nada '-' Levam um papo na boa, e dão "só mais uma chance" pros caras.
  E ainda tem aqueles que dizem: "Ah, mas farra do boi é tradição, e blá..." Aí o legal é que você vê aqueles malucos com tênis de marca e boné na New York correndo atrás do boi e gritando "É tradição! É tradição!"
  Enfim, eu tenho vergonha de vivem em um mundo assim... Desse jeito vou acabar virando vegan -nn

terça-feira, 12 de abril de 2011

Bilbo, O Hobbit - HQ

  Devo mais essa ao Marcio... Fiquei babando quando ele me falou disso; ainda não tinha ouvido falar sobre ela: a história em quadrinhos "Bilbo, O Hobbit", baseada no livro "O Hobbit", de Tolkien... Simplesmente fascinante!
  Para quem não conhece, "O Hobbit" trata da estória das aventuras de Bilbo e da Companhia dos Anões, quarenta anos antes das aventuras de Frodo - sobrinho de Bilbo - em "O Senhor dos Anéis". Bilbo, Gandalf e mais treze anões partem em busca do tesouro dos antepassados de Thorin Escudo de Carvalho, guardados pela terrível dragão Smaug, na Montanha Solitária.
  A historia em quadrinhos, publicada no Brasil pela editora Devir, é a unica adaptação de uma obra de Tolkien. Tudo bem... Tudo bem... Quem já leu o livro, não se assuste! Esta é realmente uma boa adaptação dele. Eu li "O Hobbit" e é um dos meus livros preferidos. Ainda não terminei de ler a HQ, mas ela consegue ser bem fiel à obra original, em suas cento e trinta paginas.
  Eu fiquei muito feliz por ter acesso a ela! Espero que vocês também gostem.

Clique na carinha feliz para ler algo decente sobre a HQ, no site da Devir Livraria >> :)
Clique no "XD" para BAIXAR logo a HQ e parar de enrolação!!! >> XD
Clique na carinha... Ta, esquece! Vou ficando por aqui... Até mais, meus queridos! Que a Força esteja com vocês! Gostou? Divulga aí! É realmente muito bom. Ainda tenho esperanças de comprar a HQ... x_x

sábado, 9 de abril de 2011

Porta da Janela - Larrie>> Lalye>> Larrissa

 Introduzo [-q] a vocês, o ultimo texto que fiz, por um pedido do Renato, que me deixou MUUUITO feliz, que queria algo meu no blog dele. (: Mesmo atrazando a entrega, (bloqueio de escrita sux) taê o conteúdo. @_@ É bem interpretativo, apesar da tristeza e do pessimismo estarem bem mais visíveis, tem vários pingos de esperança e outros sentimentos, que eu precisava compartilhar com as palavras. @_@ E agora compartilho com vocês (:

Surge uma porta perto da janela. Por baixo dela entra luz, por baixo dela entra ar.

Apenas uma porta ao lado da janela, a promessa que me espera, sem que eu tenha me decidido se vou abrir. A porta que me liberta da sela.

Só que a porta, essa junto à janela, me lembra a esperança que de minhas mãos escapa. Os meus sonhos, fracos, falsos, em uma neblina na minha mente, como a que dorme lá fora, sobre os campos onde eu deveria andar. Lembra ainda meu pessimismo, agora tomando-me em seus braços, pela desesperança. Sugando meus objetivos, minhas aspirações. Sugando a vida que ainda há em mim.

Quando olho para a porta, que ao lado da janela apareceu, sinto em meu interior uma revolta – sobre a parte de mim que se perdeu. Foi-se pela janela, pois a porta não existia, deixou-me aqui em solidão, com o juramento que me buscaria. No entanto, aqui estou. Paralisada, petrificada em meu lugar, despedaçada, desperdiçando meu tempo e meu dom. Esperando que volte... Ah, volta?

Não volta. Não pela janela da qual a porta ao lado se encontra. Não através da porta que ali se firmou. Não por mim, não por isso. Fico então, e a culpa é minha, pois não me movo até ela (nisso ela ainda aguarda, a promessa que me espera, ainda não tomei minha decisão) descanso minha memória, para esclarecer o presente, sendo que isso não faz sentido nenhum. Quero uma dica, quero uma opinião, mas agora, minha vida é solidão. Esperarei, até que a porta venha até mim então.

Pois é esse o som que você ouve
Quando pensa que é a chuva lá fora
É uma gota, é um sinal
Falso, como sua lembrança.

Não se guarda para a vida que espera
Pois espera só o que não existe
Não me conta, não me diz
Então durma até que seus sonhos lhe façam feliz

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Maximum the Hormone

  Pelo visto, ONE OK ROCK ficou para trás quando se trata do quesito "minha banda japonesa favorita"... Essa bandinha de punk metal é conhecida principalmente pelas musicas "What Is Up People!?" e Zetsubou Billy", segunda abertura e segundo encerramento de Death Note, respectivamente. Eu, pessoalmente, nem gosto muito de What Is Up People...
  Eles tem um som bastante peculiar, que usa de vários estilos musicais diferentes para fazer essa merda toda que é a Maximum the Hormone ._. Essa merda toda é uma das melhores coisas que já ouvi nos ultimos tempos... Enfim... Eles são os caras! Na verdade três caras. E uma mulher no meio de tudo isso. Nawo-chan *-*
  É incrível, mas eu estava pensando esses dias... Além de Nightwish e The Coors, eu não consigo me lembrar de nenhuma outra banda realmente boa que tenha mulheres como integrantes. E esses dias eu estava pensando...  Eu nunca vi nenhuma mulher baterista, muito menos que cantasse, sem ser do Sex Bob-Omb (Scott Pilgrim) - aliás, obrigado pela obsevação, Marcio. Além de ser uma excelente baterista, a Nawo-chan tem um vocal incrível! Eu não sei o que deu nela pra tar junto com aqueles caras, mas tudo bem... -brincareirinha?
  Eles gostam de fazer referencia à outras bandas... No estilo de alguns clipes, no jeito de tocar, usando camisas do Pantera... \,,/ó.ò\,,/  Inclusive, em um dos seus clipes - Zetsubou Billy -, eles meio que fazer uma homenagem ao Red Hot, fazendo referência ao clipe de Dani California, "zuando" outros estilos e blá. Pra quem não se lembra, ou não conhece, aqui tem o video de Dani California >> aqui. E aqui o clip da Zetsubou Billy >> aqui. Quem  viu/leu Death Note se liga na letra XD
Então é isso aí... Eu não conheço muito da banda pra ficar falando por séculos aqui; ainda estou "descobrindo" ela. Mas fica a dica, e é isso aí! \o/

Róquenrou irmão \,,/ó.ò\,,/

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Trolls e 1° de Abril

   Com todo esse avanço tecnológico e com a internet tomando conta de tudo, só podia dar nisso... - MALDITA INTEGRAÇÃO DIGITAL! - Um novo estágio da evolução humana! Depois de anos de experimentos em laboratório, eis que surge uma nova espécie maldita: Os Trolls ._. Na verdade, eles não são de hoje - Sócrates trollava, mano XD - , mas parece que virou moda ser troll.
  Os trolls são uns sujeitinhos meio babacas que não perdem uma oportunidade de zuar alguém... Não .-. Os trolls são aqueles que não precisam de oportunidade pra zuar alguém... Normalmente as pessoas não gostam muito dos trolls porque normalmente elas tem medo de serem trolladas, então só observam de longe a desgraça dos outros, rindo e esperando que seja sua vez.
  Todo mundo tem um momento troll de vez em quando, mas isso não é o problema. Apesar de ser alguém trollavel, eu não sou muito trollado, da mesma forma que não costumo trollar muito. Eu tenho medo de ficar que nem esses trolls de verdade. As pessoas já não gostam muito de mim, então fico pensando como seria se eu fosse um troll imbecil '-'
  Ainda tem aquela sub-raça, que são as pessoas que ACHAM que são trolls... Os trolls às vezes são até engraçados, como o Sócrates Pc Siqueira e companhia... Mas tem aquelas pessoas que acham que estão trollando e se sentem o máximo... Isso é tão ridículo que às vezes acaba dando vergonha alheia. Eu tenho pena dessas pessoas, porque, embora elas não saibam - ou saibam - , estão sendo MUITO trolladas pelos outros, que normalmente nem são trolls.
  Hoje é primeiro de Abril e eu notei que as pessoas estão ficando meio babacas... Eu não posso falar nada que já acham que é mentira e ao mesmo tempo não posso confiar muito no que os outros dizem. Mas esse não é o problema. Primeiro de Abril é o dia em que mais são registrados casos de pessoas que acham que são trolls... Normalmente são uns imbecis que ainda não superaram essa idéia ridícula de "dia da mentira". Até o professor de Geografia tentou trollar a gente hoje...
  Então, não era só isso que eu tinha pra dizer, mas acho que já escrevi demais. Então, por favor: NÃO SEJAM BABACAS ._. Ou podem ser babacas também... É só um pouco chato. Trollar é saudável, isso todo mundo faz; o problema é quando passam da conta.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Pockie Ninja - Lançamento

  E aí, gente boa! Tudo certinho? Hoje estou aqui para falar sobre um jogo muito divertido que eu achei por acaso, algumas horas atrás. O jogo chama-se Pockie Ninja, e tem um sistema de lutas parecido com o de Takô. É bem simples...
  Eu só joguei por uma meia hora, mas já deu pra pegar bem a mecânica do jogo. No começo a gente fica meio perdido, mas depois é bem facil. É um sistema de lutas bem simples: nós não controlamos os personagens - assim como no Takô -, nosso trabalho é equipa-lo bem com armas, roupas, skills - isso não tinha no Takô - e sair para fazer missão.
  O legal é que você joga com chibis de Naruto e Bleach, o que deixa o jogo bem divertido!

  É um jogo BEM novo e eu não encontrei ninguém que jogue... Triste, não? Acho que foi lançado semana passada, ou até essa semana, não sei direito... Eles só colocaram o link hoje no Baixaki. O jogo é em inglês e eu não sei jogar direito, além de não ter ninguém pra jogar juntos... Estou bem solitário. Mas nem por isso eu desanimo '-'
  Eu até tinha esquecido de falar, mas não é necessário download para jogar o Pockie Ninja. Ele roda direto no navegador! Então qualquer pessoa - eu acho - pode jogar.
  Sei lá... Não tem muito o que recomendar, até porque, como eu já disse, joguei pouco mais de meia hora. Mas é realmente muito divertido! Deve ficar mais quando eu aprender a jogar... Mas ta valendo XD
E não se assustem se demorar MUITO pra carregar! SHAUSHAUSHUAH'

O link do site oficial do game, aqui
O trailer oficial do game, aqui
E pra quem não jogou Takô ainda, eu recomendo... É bem divertido. Tomou boa parte do meu tempo por um bom tempo. Então, aqui vai o link >>> aqui <<< Foi lá que eu conheci a Sa-chan <3 Sumida...

Enfim... Alguém joga comigo, plz T.T SHAUHSAUHSUAHS'

segunda-feira, 28 de março de 2011

Aniventure e Hatenkoo - de novo

  Esses dias eu estava passando por aqui, olhando como estão as coisas... Então me lembrei que sou o dono desse blog e que só postei uma vez semana passada. Era para eu escrever ontem, mas acabei nem fazendo nada, então... Vamos lá.
  Eu não sei se vocês lembram... Falei sobre isso uma vez, há muito tempo (ultimo post), e sei que a memória de muitos aqui não é tão boa assim. Tudo bem... Estou brincando. De qualquer forma, estou falando da Hatenkoo, Os Demônios do Molho Shôyu.
  Muita gente já deve estar de saco cheio por eu estar falando tanto disso, mas ainda não me conformei. Antes de vocês pensarem qualquer coisa, tem gente que me apóia, tá? u_u Como muitos já sabem - por eu ter contado, ou não - , a Hatenkoo ficou de fora da programação do Aniventure, evento que acontecerá em Itajaí, dias 14 e 15 de Maio. Como muita gente, é claro que eu não concordo com isso! Agora é uma questão de orgulho!! Serio...
  Pelo que parece, um grupo de K-Pop (pop coreano) irá fazer show no evento. Tem muita gente - otakinhas -  que gostam de K-Pop, e eu até entendo - vide post "Otakinhos e Otakinhas". De qualquer forma, estou muito decepcionado com tudo isso. Pelo que a própria Hantekoo disse, o pessoal da banda está em um estúdio, ensaiando com o novo baterista e "arrumando" a banda e não tocarão no Aniventure. Mas isso não é desculpa...
  "Pessoal nós estamos LOOOUCOS pra voltar com os shows, até maio provavelmente agente já estaria pronto, mas não depende só de nós. Pelo visto o evento estava cheio de atrações e por questão de logística não conseguimos encaixar a Hatenkoo na programação." - Palavra da própria banda.
  "Ta, e daí?" ou "Ta, e agora?", ou "Já era.", ou até "E eu com isso?" alguns devem estar pensando. Se eles não conseguiram encaixar a banda na programação, não é ficando de braços cruzados, xingando muito no tuiti que a gente vai resolver... Vamos lá, pô! Agora é a hora de encher o saco do pessoal da organização! Mandar emails, postar em comunidades, queimar ônibus - não preciso nem falar, né? Então vamos lá! Essa é a hora. Não vou suportar ver os Demônios do Molho Shôyu substituídos por um grupo de pop coreano... Desculpa aí para os que curtem, é só minha opnião.

Aqui, o site oficial do aniventure, a comunidade do orkut do evento, e também a comunidade do orkut da Hatenkoo.

Mais uma vez, o logo da banda XD 

Força, pessoal! Ainda da tempo! Emails, scraps, posts, mensagens e tudo o que há de mais chato na internet!

terça-feira, 22 de março de 2011

Otakontro e Hatenkústico ó/

  Quem foi se divertiu; quem não foi se arrependeu - ou pelo menos deveria. "Otakontro SC"... Foi realmente muito divertido! As pessoas ainda não entenderam direito todo esse rolo com nomes e tudo o mais... O que aconteceu foi que o antigo Wasabi Show - evento que acontecia todo ano na faculdade Barddal, em Floripa,  onde foi o Otakontro SC, este ano - foi dividido em dois, se é que posso dizer isso.
  O Wasabi, agora acontecerá em São José, mais pelo meio do ano... Já o Otakontro SC, acontece na faculdade Barddal, perto do Shopping Iguatemi, como foi neste domingo. Não sei se vai continuar assim por outros anos, mas é o que parece.  Não vamos confundir com "aquele" Otakontro, que acontece de uns 15 em 15 dias, em algum lugar aleatório, que as pessoas ficam o dia inteiro falando qualquer coisa - que normalmente não tem nada a ver com anime/mangá - e comendo salgadinho e tomando coca.
  Agora dei uma paradinha pra brincar com meus shimejis da Yuki, mas já voltei a escrever. Bom, voltando ao evento... Foi muito divertido e tudo o mais, tinha algumas coisas legais, e blá. Infelizmente, a maioria das pessoas não ficou para o show da Ryokan, que, na minha opinião, foi a segunda melhor coisa do evento. A energia que eles transmitiam era simplesmente incrível e eu não conseguia ficar sem pular e gritar feito um louco, batendo cabeça até não aguentar mais. É claro que agora não mexo o pescoço direito, mas quem liga? u.u
  Mas se essa foi a "segunda melhor coisa do evento", qual foi a primeira? Como alguns já disseram... "E o melhor do evento nem estava na programação" Hatenkoo: "Os Demônios do Molho Shōyu"...Até agora não entendi por que a Hatenkoo não tocou como banda oficial no evento, mas tudo bem... De qualquer jeito, eles estavam lá - três deles, ao menos - fazendo um pequeno showzinho acústico - Hatenkústico \ó/ - para quem quisesse ouvir. Eu e a Rinah ficamos sabendo que eles estavam tocando em um banco perto da entrada e fomos para lá. Nos sentamos perto do bando e ficamos curtindo e cantando com eles. Logo havia uma roda bem formada atrás de nós, e foi realmente muito legal... Eu já sou fã deles, né XD Então já fica aí como uma indicação!

  Então, como eu já disse... Quem foi se divertiu; quem não foi se arrependeu - ou pelo menos deveria.

terça-feira, 15 de março de 2011

Shimejis?

  Então, né... Muita gente já conhece, mas eu só fui conhecer ontem essas belezinhas. Chibis fofinhos de personagens de anime, principalmente, que ficam andando pela sua tela e se multiplicam do nada \o/ Basicamente é isso, mas também é muito mais... É muito empolgante e divertido \o/
  Eu estava falando com o Joseph (o Zé ._.) e ele me mandou um desses bonequinhos estúpidos. Eu nem sabia o que era, ele só me mandou um print da tela dele e disse que se tratava de um mascote de desktop. Eu não fazia a mínima de pra que servia, mas tá, né... Ele me mandou um do Itachi, e eu abri! Fiquei jogando ele de um lado pro outro da tela, ele ficava grudado, e era bem divertudo *u* (sim, divertudo!).
  De repente, percebi que agora eram dois deles... o.o Ele tinha dado cria! Eu não sabia como isso tinha acontecido, mas fazer o que...? Era mais divertido com dois. Até que, em um certo momento, quando eu estava falando com o Luke, o Itachi simplesmente pegou a janela do msn e jogou pra fora da tela o_o Eu fiquei desesperado! Não consegui recuperar ela em lugar nenhum, mas continuava com um ícone na barra de tarefas... Mas tudo deu certo, quando tentei maximizar a janela u.u Eu até printei quando o safado tava carregando a janela: achei engraçado, não fazia ideia do que ele iria fazer...
  Apesar de tudo, eu gosto bastante desses Shimejis *-* Eles são muito legais ^^ Eu recomendo, se você se sente solitário, não tem ninguém pra brincar ou conversar... Brincadeirinha XD São realmente muito legais e divertidos \o/ Logo abaixo, vão links de download para vários shimejis. É apenas uma seleção que eu acabei de fazer com alguns que pequei no blog "MALAGUETA From Hell!!!", então, se quiserem mais, é só acessar o blog. É bem legal, e lá ensina como fazer seu próprio shimeji *-* Então aí vai... E muito obrigado pela atenção!


Vocaloid  -Hatsune Miku -Kagamine Len -Kagamine Rin -Kagamine Rin -Kaito                 

Bleach -Aizen -Uryuu -Rukia -Ichigo -Orihime -Gin    

Naruto -Pein -Naruto -Hinata -Itachi  

Outros  -Troll Face(??) -Zuko(Avatar) -Grell(Kuroshitsuji) -Sebastian(Kuroshitsuji) -Koizumi(Haruhi) -Pikachu(Pokémon) -L(Death Note) -Mustang(FMA) -Yuki(Haruhi-Snape(Harry Potter)

SUPER PACK SHIMEJI!!! >>> Aqui ^^   Creditos para a Larrie e para o Zé, que me falou que a Larrie tinha passado o link pra ele!

DICA! - Se algum deles não estiver funcionando, copie todos os arquivos da pasta de um outro que esteja (menos a pasta "img") e substitua pelos do shimeji problemático ^^ Muri, muito obrigado por me ajudar com isso!

domingo, 13 de março de 2011

"A Guarda"

 Este post faz parte do conjunto de textos "A Terra da Chuva". Se você ainda não conhece, basta clicar na aba "A Terra da Chuva", logo abaixo do cabeçalho do blog; ou então, clique aqui. -ounãoconheçané...

  Logo vai amanhecer... Tudo voltará ao seu devido lugar, como sempre foi. Apesar de tudo, esta noite me parece um tanto longa: muito mais que o de costume. Sem poder fazer muito a respeito, ponho-me a compor mais uma daquelas minhas poesias infantis, que de nada me servirão; nem a mim nem a ninguém, aliás...
  Apesar de não poder vê-lo, sei que o Sol está brilhando em algum lugar lá em cima. Mas afinal, porque ainda penso nele? O mesmo Sol que queima e traz a luz aos segredos: é o mesmo Sol que tenho em meus pensamentos. Encontrarei consolo apenas enquanto sob este grande manto gélido: a própria origem da minha melancolia.
  Talvez a falta de sono deva-se a estes tantos pensamentos, que há tempos vem invadido minha mente.
  Aí vem ele, finalmente. Aquele seu costumeiro casaco amarrotado lhe caindo até depois dos joelhos, escondendo metade de sua bela calça, bordada de branco; o pescoço envolto por um cachecol  verde-musgo e o rosto encoberto pelo guarda-chuva.
  Acenou com a mãe, mas, distraído, acabei por não retribuir-lhe o cumprimento. Agora já posso ver seu rosto: tão jovem quanto o meu, mas capaz de transmitir-me uma segurança incrível. Talvez seus olhos.
  Apenas trocamos olhares. Após entregar meu posto, sigo para casa, assim mesmo, sem guarda-chuva. Logo estarei encharcado; a água já me escorre pelos cabelos, descendo pelo meu rosto. Logo estarei em casa. Mas quem sou, afinal? Alguém que guarda o sono desta cidade.
  Já é dia, devo repousar.


Normalmente, é assim durante o mês inteiro, quando então, os postos são substituídos. Este era para ser um relato de um dos guardas noturnos de Lifo... Ou qualquer coisa assim e.e Pra quem percebeu a piadinha com uma certa carta de Magic, parabéns nerdão! kk' Já fazia BASTANTE tempo que eu não postava na chuva u_u Tirando o atraso XD Valeu \o/

quarta-feira, 9 de março de 2011

Vídeo Girl - Mangá

  Entããããão! A indicação da semana vai para um dos meus mangás favoritos! Ta, eu tenho muitos mangás favoritos, mas esse é um dos melhores entre os melhores! Estou falando de Video Girl ("Video Girl Ai" e "Video Girl Len"), feito por Masakazu Katsura, o mesmo autor de DNA² - por mais que eu prefira dizer que DNA² é do mesmo autor de Vídeo Girl.
  Tudo começa quando Youta Motenai (ops, Moteuchi! - piadinha que só quem leu o mangá entende-) está saindo da escola e, do nada, encontra uma locadora: a "Locadora Paraíso". Ele nunca tinha visto ela antes por ali, mas resolve entrar. No fim das contas ele acaba alugando um filme pornô. Quando chega em casa, Youta liga o aparelho de VHS (o mangá é velhão u.u) e põe a fita. Sem mais nem menos, a garota do filme (Ai) começa a conversar com ele e repente, ela sai do vídeo cacete! KCT! Nussa, que trocadilho horrível! Nunca mais me deixem fazer isso.
  A estória vai se desenrolando com o passar do tempo e é realmente muito bom de se ler! De forma alguma é uma narrativa cansativa e demorada: pelo contrário!, tudo acontece muito rápido. Drama, romance, comédia, aventura e muito mais *-* O "problema" é que depois do quarto volume, você não consegue mais parar de ler... Serio! Eu li os trinta números em pouquíssimo tempo! Quem não leu acha bobinho, mas quem leu, simplesmente AMA esse mangá!
  Então fica a dica. Realmente vale muito a pena ler! Eu considero a coleção de Video Girl como a minha melhor compra de todos os tempos \o/

segunda-feira, 7 de março de 2011

American Alice Mc Gee's - Rinah

Olá a tod@s!

Estou hoje tomando conta da Loja a pedido do Satore. Não se preocupem, ele logo volta. Enquanto isso a ordem foi que eu escrevesse sobre qualquer coisa que achasse válido. Sério Satore? Qualquer coisa? Ok. Lá vai.
Esses dias estavamos todos fritando batatas para alimentar jogos nerds quando dividi com o Satore e o Luke um dos meus jogos favoritos: American Alice Mc Gee's. Se você já viu, já jogou sabe porque eu preciso de babador toda vez que abro esse game e porque o Satore quer me matar por esse novo vício! Se não jogou (ainda), vai descobrir agora.
American Alice Mc Gee's foi desenvolvido em 2000 (sim é velhinho...) para computador e seu desing foi American James Mc Gee's (mesmo de Quake I e II e Doom II). É basicamente o que o filme do Tim Burton deveria ser e não foi: uma versão macabra do País das Maravilhas. E com um enredo bom.
Eu falei enredo bom? Putz. Fail. O enredo é excelente! Este jogo começa depois de Alice ter visitado o País das Maravilhas (e do Espelho), contando como um incêndio mata os pais dela. Ela vai parar em um hospital psiquiatrico, com os pulsos cortados. Lá o coelhinho dela de pelúcia resolve bater um papo sobre como as coisas estão no País das Maravilhas (nada bem por sinal).
Então ela cai na armadilha do coelho (de novo) e segue para o País das Maravilhas atrás dele. E ai meus caros e minhas caras é que a coisa esquenta. Nada está no lugar, todos estão depressivos e distorcidos. Ela encontra o velho amigo gato e ele próprio já não é mais o mesmo (mas uma versão alucinantemente melhor). O que Alice precisa fazer? Pegar sua "Vorpal Blade", que é na verdade uma enorme faca, e sair abrindo caminho até quem está distorcendo tudo.
A apresentação do jogo e todos os seus cenários são maravilhosos. Várias vezes parei para ficar observando! Uma das coisas divertidas é que eu baxei legendas em portugues desse jogo. Acompanho os diálogos legendados em pt (site da Game Vïcio tem tradução e crack).

Sabe outra coisa incrível? Depois de dez anos, depois de muito se falar em uma versão cinematográfica, está para sair esse ano a continuação do jogo. Ainda mais macabro, ainda mais bonito. Alice Madness Return traz a heroína do jogo após sair do hospício em busca de entender seu passado. Para isso ela volta ao País das Maravilhas e desta vez o que parece estar destruindo o lugar é a presença de Alice. O novo jogo vai sair em junho deste ano, para Xbox 360, PS3 e PC. A dica? Joguem American Alice Mc Gee's para se preparar para o que está por vir!

(Este post é uma homenagem as horas que o Satore vai gastar com este novo vício)

Para saber mais indico:
American Alice Mc Gee's: http://pt.wikipedia.org/wiki/American_McGee's_Alice
Alice Madness Return: http://jogos.uol.com.br/ultnot/multi/2011/03/01/ult530u9334.jhtm
Alice Madness Return Teaser: http://www.youtube.com/watch?v=hUmLstbaK-g
Para fazer download*: http://www.baixandojogos.net/2010/03/american-mcgees-alice-pc.html

*Para baixar por este site, usem a opçao do rapidshare. Outra opçao é usar o programa p2p que você já usa (emule, por exemplo), porque é difícil achar uma opção de download.

Ps. Só para deixar claro: não disse em nenhum momento que não gostei da versão do Tim Burton. Gostei e defendo o que ele fez, apenas não foi o esperado.

quinta-feira, 3 de março de 2011

"Ser Jovem"?

  Obaaaaaaaaaaa! Novo professor de português! Isso realmente é uma coisa boa, porque a "Barbie" - antiga professora - não gostava de mim... E ainda não gosta, pra falar a verdade. Eu descobri que professores de português odeiam correções; exceto quando a Valquiria corrige -né?
  Entãããããããão... Primeiro dia do professor novo, ele falou sobre o conteúdo do ano. E adivinha? CONTOS! Machado de Assis e Fernando Sabino! UooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooU! Gostou?   De qualquer forma... Como foram duas aulas - 45 minutos cada -,  ele passou um exercício na ultima. Produção textual, tema: "Juventude" - na verdade, era "alguma coisa" juventude, mas não me lembro agora. Como o máximo de linhas era quinze, não pude fazer muita coisa. De qualquer forma, está aqui o que entreguei a ele - fiz um backup!
  "Os pássaros já não cantam mais; ouve-se apenas o ruído das águas, ao longe. Não há mais alegria em minha vida: toda ela me foi tomada pelos deuses, como punição para meu grande pecado. Pecado este cometido em nome de minhas ambições.
   Mas que sou, afinal? Do que estou a falar? Apesar de tão pretensioso, não fui feliz em minhas ambições. Sou apenas mais um a cair em tentação; apenas mais um dos que se renderam aos encantos da juventude. Doce juventude...
   Assim como cantam os bardos, não será feliz quem a buscar; apesar de tudo, aquela velha promessa de juventude eterna ainda é tão bela aos olhos humanos... Sozinho sempre estive, e assim permanecerei, até o fim de meus dias."

Deu pra rir? Que bom XD Eu também ri \o/ Professor pede pra fazer uma coisa relacionada com adolescência e eu venho com esse papo de juventude eterna... Acho que ele não gostou muito .-. Eu fiz correndo, mas acho que ficou lekal u.u Então é isso aí! Até mais u_u

Não acreditou, Jéssica? XD

terça-feira, 1 de março de 2011

Programação semanal

  Como todos perceberam, creio eu, o numero de postagens na Lojinha está diminuindo bastante, sim? De forma alguma eu quero que isso aconteça. Estou ocupando meu tempo com outras coisas ultimamente... Culpa do Luke, do LeyKen, da Rinah e desse povinho aí ._. Isso mesmo! Crucifiquem todos! Tá, parei. Brincadeirinha, ok? De qualquer forma, eu pretendo voltar ao meu ritmo, e espero que isso aconteça logo.
  Outro dia, eu estava pensando no blog, em como eu deveria organiza-lo, se eu deveria fazer alguma mudança, e esse tipo de coisa. Cheguei à uma conclusão, com relação às postagens semanais, e acho que assim vai ficar melhor... Ficou organizado da seguinte forma:

 - "A Terra da Chuva" - Um post no conjunto de textos "A Terra da Chuva"
 - "Inducações" - Indicações sobre filmes, livros, animes, mangás, quadrinhos, games, etc...
 - "Qualquercoisa" - Um post sobre qualquer coisa que eu esteja afim de falar... Se eu não estiver afim de falar alguma coisa, não falarei nada.
 - "Textos Alheios" - Alguém estará condenado a postar alguma coisa aqui... Pode ser você, então se liga.
 - "Surpresa" - Surpresa... Não sei quando vai sair, porque não depende de mim XD

  Acho que organizando assim fica mais divertido... E mais organizado - ah vá. Não tem uma ordem certa para qualquer coisa, mas eu farei o possível - quer dizer, o que eu quiser - para cumprir esse programa, começando pela próxima semana.



  

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Pequena mudança!

  Muitos já devem ter percebido que o blog mudou um pouco, sim? Não foi uma grande mudança, mas creio que vá fazer uma grande diferença. Está bem mais simples agora, acho eu. Os "Links Principais" já não existem: foram substituídos por  duas páginas páginas, que estão logo abaixo do título do blog. Acho que está bem mais simples de acessá-los, pois antes ficava um pouco confuso.
  Os posts do Conto Coletivo já não são mais apresentados nos comentários daquela "antiga" postagem, facilitando muito o acesso. O conjunto de textos "A Terra da Chuva" -  no qual, ultimamente, não tenho postado muito - também ganhou uma nova página. Agora está tudo bem mais organizado e simples, mas se alguém não gostou da mudança, por favor me diga.
  Então, é só. Agradeço muito aos que já acompanham o blog e espero que continuem acompanhando. Fico muito feliz quando recebo comentários, elogios, e principalmente críticas e idéias das pessoas. Isso é realmente muito gratificante ^^

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

"O Paladino de Allihana"

  Nascido da pura terra, fruto do amor de Agfont - sacerdote de Allihana - com a própria natureza, ele foi o maior de todos os servos da deusa das florestas e de todos os seres que nelas vivem. Nomeado pelo próprio Razlen Greenleaf - Sumo-sacerdote da Grande Deusa - como "O DEFENSOR DE GALRASIA E DE TODO O VERDE EXISTENTE EM ARTON, SEM EXCEÇÃO, INCLUINDO AS MAIS TEMÍVEIS FERAS DE TODO O REINADO", ele protege a natureza com a própria vida.
  Sempre mantendo seu posto, O DEFENSOR DE GALRASIA E DE TODO O VERDE EXISTENTE EM ARTON, SEM EXCEÇÃO, INCLUINDO AS MAIS TEMÍVEIS FERAS DE TODO O REINADO nunca participou de nenhuma grande aventura. Para falar a verdade, ele não gosta muito desses rpgistas malucos aventureiros que ficam fazendo bagunça no Bobs em suas belas florestas.
  Também não aprecia muito usar de sua força para combater os inimigos da natureza, naturalmente por não possuir muita. Ele gosta de animais e sempre está ao lado deles. Por não apreciar muito a obra dos homens, usa uma armadura feita a base de folhas e cascas de arvore: o que não o protege muito - por mais que ele não precise. A paz é sempre a base de suas palavras, e por vergonha isso, ninguém ousa ataca-lo. Ele vive até hoje protegendo as florestas de todo o Reinado, sempre pondo a segurança delas em primeiro lugar.
  Essa é a pequena história do maior defensor das florestas: o seguidor mais fiel da Deusa da Natureza. Esta é a história de Sah-Laddha,"O Paladino", muitas vezes também chamado de SALADINO; O DEFENSOR DE GALRASIA E DE TODO O VERDE EXISTENTE EM ARTON, SEM EXCEÇÃO, INCLUINDO AS MAIS TEMÍVEIS FERAS DE TODO O REINADO. Sem exceção!

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Musica?

Mu  Tava demorando pra eu tocar no assunto né? Mas tudo bem, tudo bem. Eu NÃO vou falar sobre a "musica" que estão fazendo hoje e ficar xingando muito no tuiti, não. As pessoas estão falando muito de gosto musical e gênero musical e musica podre; estão falando das coisas que não gostam e das pessoas que escutam essas musicas que não gostam, e por acaso, também não gostam dessas pessoas. Aguentar todo mundo reclamando é tão ridículo quanto aguentar as pessoas ouvindo esse lixo todo. Mas eu não estou falando disso, não é mesmo?
  Tem muita coisa que eu gosto, escuto e respeito. Mas normalmente as pessoas não estão nem aí pra isso; não estão nem aí pra musica velha. Por mais que eu ache que, se você está lendo até agora, é porque, provavelmente, concorda comigo.
  Antes eu tinha uma banda preferida... Eu nunca tinha ouvido muito punk, mas depois de Ramones, comecei a explorar mais o estilo. Eu gostei bastante mesmo, e "The Ramones" virou a minha banda preferida - tanto é que tenho a discografia completa aqui, e não me canso de dizer isso, não. É um som "pesadinho" que anima bastante e fala de coisas importantes. As pessoas não ligam pra o que os outros dizem e muito menos pra o que as musicas dizem. Aí tem várias bandas que eu comecei a curtir desde então, as quais não vou ficar citando aqui, mas que são realmente muito boas.
  Essas várias bandas faziam - e algumas ainda fazem - parte do movimento ANARCOPUNK. Pra quem não sabe, "ANARQUISMO" é uma filosofia política que presa principalmente a liberdade, e é desfavorável às formas de governo e repressão. O que eu quero dizer é que esses caras realmente tinham alguma coisa pra dizer e queriam mudar; fazer algo muito grande.
  Muita gente não gosta de punk por causa do som sujo - "barulho" - e da sonoridade peculiar empregada ao estilo. O punk também é conhecido por suas melodias simples de poucos acordes, e normalmente é motivo de piadinhas do tipo: "Ah, punk qualquer um toca." Realmente é um estilo bem fácil de se aprender, e é essa a intenção. Não precisa ser difícil ou complicado para ser bom; não precisam de muitas coisas para fazer algo realmente bom.

Acho que me empolguei um pouquinho... Eu pretendia falar muito mais sobre muita coisa, mas isso eu faço outro dia, em outro post. Ouvindo Sex Pistols só poderia dar nisso... Ultimamente tenho explorado outros estilos musicais, deixando o punk um pouco de lado... Mas é isso aí! Ficou ridículo eu falar tão pouco sobre punk, anarquia e anarcopunk... Mas já tenho alguém, que entende muito mais do que eu sobre isso, em mente para escrever sobre o assunto .

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

"Retorno"

  Nada volta realmente, quando se vai por completo. Nada há de retornar para nós quando nos abandona uma vez. Mas nem tudo se vai completamente; nem tudo nos abandona de verdade....
  O som da multidão chegou aqui primeiro. As vozes estavam alegres, e muitos aplaudiam. Cornetas e tambores, e vozes anunciavam: nossa senhora já havia retornado. Não tive coragem de me dirigir à ela, apenas lancei-lhe um olhar frio, que ela não retribuiu da mesma maneira, mas com um brilho nos olhos que me acertou fundo a mente, causando-me uma sensação de alívio.
  Há muito tempo ela se fora, deixado para trás apenas lembranças, que se foram confundindo em minha mente com o passar dos anos. Mas foi disso que vivi por eras e eras. Lembranças e sentimentos nunca esquecidos. Mas agora ela havia voltado... Ela voltou, sim...
  Todas as minhas tantas lembranças me vieram à mente com  um único olhar. Tudo o que eu cuidava para não esquecer, mesmo sem precisar, estava agora em minha frente. Mas... O que isso realmente significa? Até hoje, vivi apenas das coisas boas; das coisas alegres. Mesmo as vezes, me lembrava do resto, caindo em desespero. Porém, agora, com as coisas boas e alegres, o resto havia retornado também.
  Será realmente boa a sua volta? O que isso mudará? Na verdade... Nada mudará.  Tudo irá continuar como antes. A chuva ainda cai. O peito ainda dói. O ar ainda falta, e não consigo mais respirar. Estou sufocado; sufocado em minhas próprias dores e dúvidas. A chuva esconde minhas lágrimas, mas por dentro eu ainda choro.


Realmente, não ficou bom, né? Eu to postando assim, de qualquer jeito, sem revisar mesmo. Não estou com muita vontade de ficar trabalhando nesse texto, que não tem ligação nenhuma com os outros e que não significa nada para vocês. Então é isso. Até!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Volta às aulas? Nerds?

  Opa! Como vai por aí? Realmente tem um bom tempo que eu não posto nada do tipo... Eu realmente não tenho tido muito tempo - estou com muitos projetos em andamento - para postar, ultimamente... Gasto uma boa parte do meu tempo e dinheiro jogando Magic e montando o meu deck. A princípio, isso não afetaria nada. Assim seria, se mais isso não se juntasse às outras coisas que já faço. É uma montoeira de coisas, e na maioria das vezes, não dou conta de todas. Não que eu seja uma pessoa ocupada, mas... Não levo esse blog  como uma obrigação, ou coisa do tipo. É para ser uma coisa divertida, e assim tem sido.
  Então é isso aí!. As aulas voltaram mesmo... Como sempre, toda aquela alegria do primeiro dia já foi esquecida, e as pessoas estão ficando chatas de novo. Os professores mudam e os caras da sala também. As pessoas mudam, mas ao mesmo tempo continuam as mesmas... Sem querer você acaba sendo o mesmo, no final das contas. Aí depois de um tempo todo mundo se solta mais, e quando percebe, você já sabe o nome de todo mundo.
  Nada é mais cansativo do que se acostumar a conviver com pessoas desconhecidas, e que, muitas vezes, você não gosta muito e no final tem que aguentar. Conhecer gente nova é legal, e conviver com pessoas novas também é muito bom. Mas nem tudo é perfeito, e sempre vai ter algo que você não goste; desde os caras que fazem barulho até os nerds da turma...
  Outra coisa que as pessoas costumam fazer bastante, e que na maior parte das vezes acaba me irritando, é chamarem nerds de CDFs, e vice-versa... Todo mundo meteu na cabeça de que um nerd só tira nota alta e não tem vida social; é o cara mais "inteligente" da turma e passa cola pra todo mundo - ou não. "... o nerd não é em todos os casos o mais inteligente ou esperto, mas aquele que se interessa por assuntos, desde conhecimentos em geral à animes e series de ficção científica, que são ignorados pela maioria." -Wikipédia.
  Então, o negócio é o seguinte: as pessoas ditas "normais", sempre vão falar isso das pessoas que entendem de coisas que elas nunca ouviram falar. Isso se chama ignorância, e é talvez, o maior mal da humanidade. Não estou falando isso como alguém muito inteligente e esperto; alguém que sabe de tudo e que se acha melhor do que os outros. Não. Estou falando isso apenas como mais um nerd que, mesmo não sendo o CDF da turma e não sendo bom em matemática, continua sendo um nerd.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Conto coletivo?

  Já tem um tempo que não posto nada além da "Chuva" não é mesmo? Percebi que deveria fazer algo "novo"; algo diferente. Eu só não sabia o que... Felizmente, há um dia, uma luz se fez em meu caminho.
  Resolvi mostrar o blog para o Márcio, meu cunhado, que  me veio com uma brilhante idéia. Como o próprio titulo do post já diz, trata-se de um "conto coletivo". Funciona da seguinte forma: Nos comentários desta postagem - que estará linkada na lateral superior direita do blog -  será escrito um conto. A pessoa que iniciar a narrativa (a primeira a comentar) deve escrever um pequeno texto, e aqui postá-lo.
  Por enquanto é só. Espero sinceramente que este projeto dê certo e siga em frente - e estou torcendo por isso -, e que todos se divirtam.

PS: Todos os comentários deverão contar, inicialmente, um parágrafo que dê continuidade ao anterior. Caso contrário,será imediatamente excluído.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

"O Desconhecido"

"A Chuva"     "O Herói"

  Muitas terras se estendem depois de nossas fronteiras. Além dos bosques, montanhas e mares, estão as terras desconhecidas. Lugares belos, onde o sol ainda faz-se ver além das nuvens. Há de nosso povo quem retorne de terras distantes, contando belas histórias, sobre povos estranhos. Ouvindo sobre todas essas coisas que não podemos imaginar, só nos resta ver com nosso próprios olhos o que contam tantos dos nossos.
  Através dos campos brancos, dizem que se estende o mar... Tão belo quanto a própria chuva, banhando as praias do sul. Grandes navios atracam no ancoradouro da cidade de Flar, onde o comércio ainda é grande. Pessoas de todos os tipos andam pelas ruas, como se isso fosse normal... Talvez o seja, de fato; onde o sol ainda brilha. "Isso são apenas estórias", dizem muitos. Mas eu não acredito que são apenas fantasias; para mim, elas são reais.
  Dizem ainda que ao norte, além das montanhas, belos reinos existem, grandiosos em suas fortalezas. Onde o vento bate forte sobre os elmos de grandes heróis. Todos em fileira, a postos para a guerra. O som das cornetas faz-se ouvir em minha mente, fundindo-se com o barulho de tambores e dos cascos dos cavalos. Um silêncio depois da batalha se estende por um longo tempo... E logo depois, os gritos de vitória ecoam por todos os reinos. Posso ver os grandes heróis, marchando de volta para seus lordes; buscando o aconchego de suas casas. A glória recai sobre eles e uma grande festa se estende por todo o reino, em homenagem aos tantos guerreiros tombados em combate. Todos são lembrados com honra, e para sempre respeitados, por toda a eternidade.
  Eu só conheço a chuva... Nem ao menos consigo me lembrar de como vivíamos sem ela; por mais que só façam poucos anos... Ela nos prende aqui, e poucos libertam-se de seu encanto, tornando-se verdadeiros heróis das terras distantes. Ao retornarem, trazendo consigo as mais belas histórias, logo partem em busca de novas aventuras. Essa ilusão de felicidade já não está mais fazendo efeito sobre mim; a chuva não pode mais me manter aqui por muito tempo! Logo poderei viver minhas próprias aventuras; e então, cantarão canções sobre mim.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

"O Herói"

 "A Chuva"

  Ele voltou para cá há alguns dias apenas, sem a ninguém comunicar de seu retorno. Os vários forasteiros das Planícies do Norte que rondavam nossas terras já não estão mais aqui. Como que abrindo caminho, ele entrou na cidade, tomando de todos a atenção. Usava ainda seu belo terno cor de fumo, sem se importar com um notável rasgo em suas costas.
  A chuva parecia não afetar-lhe, e de fato, nem mesmo o atingia. Nada havia no mundo que pudesse ofuscar a luz que dele emanava. Um homem de grande imponência. Andava pelas ruas como um fantasma; um belo fantasma, por todos admirado. O cigarro em sua boca parecia apenas ignorar a água que do céu desabava, continuando a queimar. Parou à porta de sua mansão, abriu-a e foi-se casa adentro.
  É ele o nosso orgulho. A quem todos temem. A quem todos admiram. Todos conhecem sua história, e não se cansam de conta-la. Ainda há quem não goste dele - talvez por inveja -, mas ninguém há de negar seus grandiosos feitos. Alguns afirmam que ele já havia estado na Torre; outros dizem que ele mesmo a tinha construído. Mas, independentemente do que digam, ele é um herói; o maior deles.
  Filho do próprio Lifo, fundador da cidade que leva o mesmo nome de seu criador, ele é o nosso herdeiro. Hoje em dia, conhecemos esta cidade apenas como "A Terra da Chuva", talvez pelo fato de seus próprios habitantes terem esquecido o seu nome original. Como filho de Lifo, ele já tinha lá suas obrigações; defender a cidade era seu destino, desde o momento em que nasceu. Com o tempo, passou a ser chamado de "O Guardião do Sono". Todas as noites, lá estava ele, sempre vigilante em seu posto, guardando nossas almas como se dependesse delas.
  Depois que seu pai morreu, seguiu para as montanhas, como manda a tradição. Jurando voltar, deixou para trás uma linda mulher e seu casal de filhos. Muitos rumores sobre ele chegaram aos nossos ouvidos, alegrando nossos corações e alimentando nossas esperanças. Até que, poucos dias atrás, ele entra novamente pelas portas da cidade, do mesmo jeito que a havia deixado, cinco anos antes.
  Provavelmenteele já sabia sobre a chuva, que caía incessantemente sobre nós; talvez por isso tenha voltado. Muitos tem medo do que ele fará sobre o assunto. Nosso maior orgulho também é, para muitos, uma grande ameaça. "O que faria ele quando soubesse dos sumiços?", diziam eles.  Uns tantos temiam até que ele se revoltasse contra a Torre, exigindo explicações. De qualquer modo, o que vai acontecer agora, ninguém sabe. Desde que chegou à cidade ele  não arredou o pé de casa... Só nos resta esperar, e torcer para que nada de terrível aconteça novamente.
  

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

"A chuva"

  Começou há três anos. Até hoje a chuva cai, sem piedade; intensa e rigorosa. Assim que as coisas começaram a sumir, a chuva começou a cair. No início eram apenas pequenos objetos; coisas sem valor. Ninguém havia percebido que os dois fenômenos tinham realmente uma ligação.
  Onde as pessoas não falam; cantam. Onde tudo é cinzento e alegre. Ninguém reclama da chuva; gostam dela. Qualquer um é bem vindo aqui. Comida e bebida aguardam por todos, em casas pequenas e confortáveis. A musica não espera por ninguém; qualquer um pode ouvi-la ao longe. As histórias ainda são cantadas como antigamente e a chuva deixa tudo mais belo.
  Quem se importa que as coisas sumam? Todos são felizes e não há nada que falte à alguém. Tudo o que some é rapidamente reposto e ninguém se importa mais com isso. As luzes ainda são fortes e permanece suave. A comida é saborosa e a bebida quente. As casas são seguras e seus habitantes amáveis. Tudo é perfeito, em seu lugar, e nada pode abalar tal paz.
  Da Torre vem a luz que ilumina nossos lares e nos enche de alegria. Heróis ainda existem e rumores são verdade. Ainda se ouvem canções sobre os velhos mitos; grandes homens que se aventuraram além da montanha. Ninguém pode negar que eles realmente existiram, pois ainda existem. Jovens, encantados com as antigas lendas, partem para longe, a fim de poderem contar suas próprias histórias.
  Da torre vem a luz que aquece nossos corações; de lá vem a energia de que precisamos. Todos poderão dormir tranquilos, enquanto ele guardar o nosso sono. Ao acordar, todos devem voltar aos seu lugares, como sempre foi. Mas a noite não demora e logo poderemos nos divertir.


-Essa foi uma pequena amostra de como as pessoas levam a vida na Terra da Chuva, ou pelo menos uma parte dela. Realmente não ficou nada bom (estou fazendo milhares de coisas ao mesmo tempo, a Paula-chan sabe), mas acho que posso postar assim mesmo. Vou me despedindo por aqui. Qualquer hora eu posto mais da "Terra da Chuva".

A Terra da Chuva?

  É... "A Terra da Chuva"... Um lugar onde... Chove?
  Bom, isso foi mais uma brincadeira... Na verdade eu roubei essa idéia da Lariie, mas vou encarar esse projeto como uma coisa não tão grandiosa. A idéia é realmente criar um lugar novo, ou coisa parecida. Não penso agora em criar um "mundo", nem um lugar muito especial...  A princípio eu queria um lugar onde eu me sentisse bem e confortável; onde eu pudesse deitar e relaxar até dormir. Isso parece papo de doido né? Então... É isso mesmo.
  Esse post na verdade não é quase nada; é apenas um aviso e um pedido de desculpas, pois não tive como postar nada ontem,e hoje estou postando da casa da Paula-chan (iha! \o/). Então é isso aí! Por favor, não riam da minha cara quando lerem isso. Talvez seja um pouco tarde, mas não riam!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Otomes?

  Algo como o feminino de "otaku", ou coisa do tipo. Realmente é um evento normal, hoje em dia, encontrar garotas assim por aí. Garotas que gostam de anime/mangá e se interessam por cultura - em sua maioria pop - japonesa. Não é dificil achar alguém com essas características; muito pelo contrário.
  Mas não estou aqui para falar de simples otomes. Em sua grande maioria, as otomes se assemelham muito às "otakinhas", e não é disso que eu quero falar. Porque além de alienadas, elas apenas se interessam por tudo o que é "kawaii", e nada mais importa; amam as mais podres e vendidas bandinhas visuais , que na minha opnião, sujam o nome do j-rock, e da musica japonesa em geral. Mas de que isso importa, né? Eles são "kawaiis".
  Mas quem quer falar sobre elas? Eu pelo menos, não me interesso por esse tipo de coisa e muito menos por pessoas que se interessam por esse tipo de coisa.
  Algo que "salva" o nome das otomes, são garotas que pensam e gostam de coisas realmente boas. Não que eu queira que todo mundo goste das mesmas coisas que eu, mas normalmente pessoas mais maduras, que tem um pingo de senso crítico e não ficam presas ao "fofo", se interessam por elas.
  Devo admitir que tenho sorte por conhecer ao menos cinco garotas que se encaixam nessa descrição. Mais uma vez, acho importante ressaltar que não quero - e muito menos espero - que as pessoas sejam do meu jeito, e acho esse tipo de pensamento muito idiota.
  Fico fascinado quando encontro alguém assim, porque é algo muito raro de acontecer... Então, na verdade, esse post é feito para homenagear as garotas que pensam! \o/ Feliz né? Então, você!, que é assim, sinta-se homenageada \o/



 PS:  Devido a uma crítica feita por uma dessas garotas que pensa, - viu?, já sabe que você é uma das 5 - eu vou reduzir a quantidade dos meus posts diários para [1]. Depois que ela me falou sobre isso, eu me toquei que fica muito chato e cansativo quando eu posto demais - tanto para mim, quando para os leitores.